Se já viu este filme, veja-o novamente: a verdade custa a ver.
E, já agora, uma entrevista: a física descobriu o Tao!

sexta-feira, 26 de Setembro de 2008

O Jornal de Santo Thyrso de parabéns!

O que me vem à lembrança é uma frase do Evangelho que diz que há mais alegria no Céu por um pecador que se converte que por centenas de justos que se mantêm fiéis. O Jornal de Santo Thyrso publicou hoje um artigo meu, crítico da Câmara, "A cidade desnorteada", colocando-se, de novo, a caminho da liberdade de imprensa, abdicando do "pecado" da censura interna a artigos assinados.
A recuperação total da saúde ainda demorará, o jornal continua a fazer propaganda ao poder no grosso do seu volume, tem uma entrevista com o Presidente da Câmara nas páginas centrais mas, se chegarmos à décima terceira página, aparece o meu pequeno artigo, que me faz lembrar a primavera marcelista, quando a oposição, de facto, publicou alguma coisa, dando-nos esperança. Bem haja, Jornal de Santo Thyrso, como se dizia nesse tempo!
Mas não esqueçamos os justos, é de elementar justiça! O número do Entre-Margens de hoje é muito interessante, esse é um jornal que goza de saúde, como mostrou ao publicar, há um ano, o meu artigo censurado.
E estou certo que partilha comigo a alegria e o alívio de ver o seu colega centenário a voltar, timidamente, ao rebanho dos independentes!

15 comentários:

bloquista disse...

De facto os jornais têm graça se forem independentes.
A propaganda política deve ser francamente política. Informa-nos mais LOL : http://www.youtube.com/watch?v=1VndSHGksd8&NR=1

Luis Melo disse...

Parabéns pelo artigo. Muito bem pensado, estruturado e escrito. Nada podia ser mais verdade em relação a Santo Tirso actual.

Parabéns.

José António Miranda disse...

obrigado! Oxalá tenha mais leitores :-)

BEJA TRINDADE disse...

Meu caro José Miranda

Espero bem, que essa sua análise no que concerne à independência do Jornal de Santo Thyrso, se mantenha.
Dado que temos eleições à porta, comungo da referida ideia da primavera marcelista, a ver vamos...

Anónimo disse...

Ha algo de anormal com as ultimas atitudes do Jornal da Santo Tyrso. Aguardemos as futuras edicoes.

burro que não gosta de palha disse...

Anormal seria pagar a propaganda colorida que aparece na caixa do correio. O JST está a ficar normal, para um jornal: propaganda que finge ser independente!

Anónimo disse...

Bom, não estou tão confiante como alguns que aqui escrevem. Pulicar um simples artigo de opinião, não significa independencia, nem tão pouco pluralismo. Trata-se tão somente um acto isolado para fazer crer que algo está a mudar. Como é óbvio, já sabemos que nada vai mudar e que por exemplo o PSD continuará a não ter acesso a este Jornal, excepto alguns militantes que queiram tecer comnentários e fazxer analises que interessem à Càmara e sirvam os interesses dos socialistas. Nada mudou no JST, esta insignificante alteração é cirurgica e estratégica e insere-se numa tentativa de enganar os Tirsenses, e assim recuperar o credito que já não tem. Quem manda e vai continuar a mandar no JST é o Presidente da Câmara. A estrégia do PS e da Câmara, passam por conseguir que o jornal tenha algum crédido e com isso permitir que as suas noticias também possam ter. Aliás não é por acaso que na mesma o Senhor Presidente da Câmara tenha dado uma grande entrevista. Os lideres da oposição têm alguma oportunidade de fazer algo identico?? Não têm, e se eventualmente fôr dado alguma oportunidade é para a seguir fechar a porta, tendo passado a ideia de um falso pluralismo. Não se iludem meus caros, a estratégia está montada. Reparem que quando foi anuncida a candidatura do Drº João Abreu o jornal deu uma pequena nota. No caso do Senhor José Graça, na edição foi anunciada a candidatura e na segunte uma entrevista. E porquê, porque isso pode eventualemente interssar á estratégia da Câmara e o JST está preso a essa estratégia. Meus caros em quanto Castro Fernandes dirigir os destinos de Santo Tirso o JST continuara a ser o seu orgão oficioso e de propaganda.

Anónimo disse...

Concordo plenamente com o comentario anterior. Mas ja agora gostava de analizassem o Ecos de Negrelos. Como e que o seu Director e proprietario virou de repente a socialista encapuzado e eudeusado por Castro Fernandes. Que triste concelho o de Santo Tirso. Assim para onde vamos?

Anónimo disse...

O anónimo anterior está equivocado quanto à sua análise, não se trata aqui de qualquer socialista, trata-se sim das ligações genéticas de uma oligarquia ligada ao regime salazarista em estas duas pessoas são descendentes.

Anónimo disse...

Bom comentário. De facto este socialismo português actual é mais perigoso que o fascismo de Salazar, porque naquele tempo a PIDE era um perigo e todos tinhamos que ter cuidado. Hoje desapareceu oficialmente mas os nossos amigos sâo piores que naquele tempo. CF tem dinheiro e apoios para controlar tudo isto. Cuidado com as conversas no café e na rua. Aqueles em quem pensamos confiar sâo os primeiros a trair. Basta dizer mal de Sua Excelência o Senhor Presidente da Camara que logo o seu telemovel toca a denunciar. Tenho imensas provas disso. Cuidado tirsenses. Abram bem os olhos.

Anónimo disse...

Doutor (médico) e arquitecto António Miranda: os mais sinceros parabens pelo seu blog. Muitos tirsenses como o senhor e toda esta pasmaceira mudava. Força. Vamos em frente para devolver à nossa terra o brilho e os ideais que a nortearam antes deste socialismo bafiento e perigoso. Recordo com saudade a sua intervançao no JST sobre o prédio na quinta do Comendador, frete a um socialista de entao que hoje está falido e a muitos vigarizou. Uma pena urbanistica agora sem recuo. Força pois estou consigo e muitos mais tirsenses com quem tenho contactado.

José António Miranda disse...

Obrigado por comentarem! Se comentam anonimamente isso sugere que se possa ser prejudicado por expressar uma opiniao. Mas a PIDE nao existe, vivemos com uma Constituicao democrata que nos defende disso! Sugiro, mais uma vez, que escrevam posts neste blog, mesmo que facam uma conta gmail anonima com a qual me contactem.

Pedro Ribeiro disse...

Eu apenas queria sugerir um tema para reflexão. O local onde será construído o call-center da PT. Parece-me que se trata de um local sensível do ponto de vista paisagístico, (que afinal é a maior valia de Santo Tirso), e dada a reduzida dimensão do terreno e a grandeza do investimento, suspeito que dali resultará um atentado urbanístico. Será que haverá o cuidado de mínimizar o impacto que se teve com o Hotel Cidnay? Em tão curto espaço de tempo? Penso que a população devia ser alertada e sensibilizada para esta questão. A posição de fragilidade em que se encontra o Município pela urgência em captar investimento não deveria pôr em causa o desenvolvimento sustentado, até porque existiriam outras alternativas, como a fábrica do Teles, que não está totalmente ocupada.
Penso que com a opinião sensata que transparece dos seus artigos seria um bom contributo para que não se repitam os erros de crescimento de outros Concelhos.
Cumprimentos,

José António Miranda disse...

Obrigado pela sugestão ao blog:-)
A pressa pode ser desculpa para algum disparate de localização, de facto. Ainda não sei onde pensam construi-lo nem que área terá. Creio que só precisa de umas salas e não tem tanto impacto urbano como um hospital mas, se lá trabalhar tanta gente como anunciam, vai precisar de muito estacionamento e trará restaurantes e comércio para ali. Deve ser a PT a procurar um sítio mas, evidentemente, ele tem que ser compativel com as estrategia de crescimento da cidade. Sim, a Camara deveria propor-lhe um terreno para os lados do rio, como deveria ter feito aos que se lembraram de aumentar a clínica (a idéia de "hospital" partiu do presidente da câmara); para isso, porém, teria que recuperar o Norte!
Escreva um "post" neste blog!

Santo Tirso disse...

o jornal de Santo Thyrso é o maior,

//

//

/

/

Uma luz acesa

Uma luz acesa
O farol da fortaleza do Bugio, na foz do Tejo

Araras azuis