(email recebido) Portugal 2014:

Pior do que ter um ex-Primeiro-Ministro preso é ter o actual à solta!

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Uma boa notícia: um novo jornal, o NOTÍCIAS DE SANTO TIRSO

Recebi, por e-mail, esta boa notícia, que vem satisfazer uma necessidade, expressa ali na coluna lateral, aquando do aparecimento deste blog:

Sei do seu desejo de ver surgir em Santo Tirso um jornal independente. Não está sózinho nessa aspiração. Além de mim, outros sentem essa necessidade. Decidi avançar: já saiu -ainda que em versão reduzida- o primeiro número do NOTÍCIAS DE SANTO TIRSO. A segunda edição será posta à venda já no próximo dia 15. Assumo o compromisso de respeitar esse imperativo de isenção.
(...)
Augusto Pimenta (jornalista CPJ 3609)
Rua de Silvalde, 313
4780-067 Areias
Santo Tirso
Portugal

augustopimenta313@gmail.com


Tentarei, como leitor, ajudar o novo jornal a cumprir a independência a que aspira e creio que é o que devemos fazer. É verdade que um jornal depende sempre dos seus responsáveis mas, ao permitir artigos assinados sem censura, como acontecia com o "Jornal de Santo Thyrso", o leitor pode-se aproximar mais da verdade dos factos e mesmo corrigi-la, se achar necessário: Parabéns aos corajosos criadores do NOTÍCIAS DE SANTO TIRSO!

21 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns para a Liberdade de expressão,o jornal Notícias de Santo Tirso,até que enfim chegou,Viva há liberdade.Beijinhos

José António Miranda disse...

Ainda não li o primeiro número! Esperemos que seja bom, anónima. Não são para mim, os parabéns mas partilho a sua esperança... a liberdade de expressão vai ser muito importante nos tempos que aí vêm.

Anónimo disse...

O Blog,O Tirsense também está de parabéns,porque permite a liberdade de expressão.Beijinhos.

Valter Lima disse...

Eu já li o jornal e em boa verdade parece-me um pouco “desarrumado” e com falta de ideias.
Vou-lhe dar o benefício da dúvida, mas penso que este Jornal será, à semelhança do “Santo Tirso Hoje”, uma porta promocional.
Espero que não seja.
A ver vamos!!!

Anónimo disse...

Porquê? os outros jornais é que são bons?!!!

Valter Lima disse...

Respondendo à reacção do “Anónimo”, quero esclarecer que os jornais do concelho, quer os semanais, quinzenais ou mensais, são todos bons, bem-vindos e isentos.
O problema não está nem nunca nos jornais mas, nas pessoas que mandam. Os jornais do concelho, nomeadamente, o Jornal de “Santo Thyrso” e o “Santo Tirso Hoje” são dois exemplos como não se deve fazer o jornal.
Relativamente ao “novo” jornal “Noticias de Santo Tirso”, ele já não é tão novo como querem fazer crer. O registo deste jornal já tem alguns anos e penso que é, se não estou em erro, a 3ª tentativa em o “pôr” cá fora.
Por outro lado, a critica que fiz (parece-me um pouco “desarrumado” e com falta de ideias), foi uma opinião muito pessoal, porque entendo que, a primeira imagem é aquela que fica. E um jornal que sai com um entrevista que ocupa praticamente 2 terços da sua edição e o restante são assuntos sem qualquer espécie de relevo, agravado com uma impressão de fraca qualidade e acrescido de um preço não convidativo, “obriga-me” a ter esta opinião e manter tudo o que disse anteriormente.

Anónimo disse...

se os jornais fossem isentos em Santo Tirso não teria surgido o blog O Tirsense.

Valter Lima disse...

Efectivamente os meios de comunicação, em santo Tirso, não só pecam por falta de isenção mas também por falta de qualidade.
Mas não é por aí que os tirsenses não são informados ou, não têm opinião.
Nesta altura, e já à alguns anos a esta parte, existe um jornal que fez tudo o que tinha a fazer para singrar no concelho e não conseguiu, ou pelo menos não está a conseguir tanto quanto o desejável.
A falta de crescimento, quanto o desejável, desse Jornal deve-se fundamentalmente ao “bairrismo mesquinho” dos tirsenses que não acolhem os meios de informação de fora da sede do concelho, como acolhe os da sede, independentemente da qualidade ou diferenças de qualidade.
Esse será mais um jornal, à semelhança de muitos outros, que, por necessidade de sobrevivência, “cairá” nas mãos do poder
Enquanto há jornais cujos responsáveis trocam a isenção e o profissionalismo por um lugar ao sol e a troco de um soldo, trocam a sua carteira profissional de jornalista pela de “moços de recados”, deixando que outros, com interesses particulares e de imagem, mandem onde não devem e censurem o seu próprio trabalho, obrigando-os a mentir ou a esconder a informação e proclamar a imagem do seu patrono. Outros por falta de condições financeiras, por vezes, são confrontados com a necessidade de omitirem a realidade dos factos.
Os Blogs, realmente, porque não tem custos, são meios de comunicação que podem e devem ser isentos, como neste caso. Mas nem todos o são.
A questão que se coloca é; quem os lê?

Anónimo disse...

Caro Valter Lima

Permita-me começar por saudar o seu interesse pela imprensa local.
Deixe-me lembrar-lhe, no entanto, que não lhe fica nada bem apelidar de "assuntos sem qualquer espécie de relevo" o Festival Internacional de Guitarra, por exemplo, muito bem defendido e promovido pela autarquia tirsense, assim como desvalorizar uma entrevista única com um sacerdote a quem Santo Tirso estará eternamente grato. E, já agora, se me permite, sugiro-lhe que leia mais jornais para não repetir expressões como "nesta altura, e já à alguns anos a esta parte, existe um jornal que fez tudo o que tinha a fazer para singrar no concelho e não conseguiu". Apesar de discordar da sua opinião, permita-me recordar-lhe que, na frase transcrita que cita, a palavra "à" se escreve com "h". Um erro grosseiro que penso de alguma forma condizer com a preocupação com que exprime as suas opiniões. Conheço o jornalista Augusto Pimenta, Director do Notícias de Santo Tirso e testemunho a sua vontade de editar um periódico isento. O futuro ajudará a esclarecer-nos. Espero!

Genoveva disse...

Parabéns anónimo pela resposta ao Valter Lima.
Sou amigo pessoal do Augusto Pimenta, jornalista que respeito e muito admiro. Com a convicção de que se fizesse em Lisboa o que fez por Santo Tirso, há muito que o seu nome figuraria entre os heróis deste país.
No entanto, nunca a Câmara Municipal lhe prestou qualquer homenagem. Certamente que dela ele também não estará à espera. Mas que merecia..., disso não tenho dúvidas.
Conta com o nosso apoio para o que precisares, amigo Pimenta. Santo Tirso precisa de ti. E nós, os teus fiéis leitores, também!

José António Miranda disse...

O leitor Valter Lima prestou homenagem ao hebdomadário "Entre-Margens" que tem sido imprescindível, dada a falta de independência dos outros. Espero que o "Notícias de Santo Tirso faça aparecerem os leitores potenciais do Concelho, que são muito numerosos e podem aguentar dois, ou mais, jornais. A concorrência e as polemicas podem contribuir para que apareçam. São essenciais para que haja democracia.

Valter Lima disse...

O meu interesse pela imprensa local vem de criança. Vem do tempo em que o meu falecido pai me mandava ao quiosque comprar os jornais; o Comércio do Porto e o Jornal de Santo Thyrso.
Com o tempo, como havia uma cultura de leitura (só aos fins de semana porque durante a semana os dias eram curtos para a labuta da vida), não foi difícil o interesse pela leitura, nomeadamente, do jornal local.
Quanto ao erro, reconheço que me fica mal cometê-lo fundamentalmente para quem tem a instrução primária (antiga 4ª classe e fiquei por aí) do tempo em que se aprendia português nas escolas, por isso, as minhas desculpas.
Quanto ao nosso amigo Augusto Pimenta, não tenho dúvidas nenhumas na sua isenção e essa prova ele já a deu há alguns anos atrás como director do “Cívico”.
No que respeita o EntreMargens, realmente eu tenho uma “costelinha” do jornal da terra que viu nascer, e, que retirou do cabeçalho da primeira página “o jornal de Vila das Aves” na tentativa de “ganhar” espaço no concelho, o espaço merecido, mas, os tirsenses, não o “permitiram”.
Espero que este, Noticias de Santo Tirso, consiga.

Anónimo disse...

Caro José António
Hebdomadário, não! O jornal que refere, de Vila das Aves, tem periodicidade quinzenal. Permita-me o reparo.
Um abraço!

José António Miranda disse...

Deixo-me mesmo embaraçado, amigo anónimo! Não quis escrever "jornal", galicismo que se refere a diário e sou assinante do "Entre-Margens": deveria ter reparado que é quinzenal ;-)
Não foi por “bairrismo mesquinho”: até ver, o "Entre-Margens" é o melhor "jornal" que temos. Foi um caso de "wishful thinking", perdoe-me o inglês:-)

Valter Lima disse...

Realmente são observações destas que me entristece. Embora sejam as reacções normais dos tirsenses, mas que, na realidade, devem entristecer todos aqueles que gostam e acham que a imprensa local é essencial o concelho.
O Jornal EntreMargens, não é de Vila das Aves. O EntreMargens é um jornal de Santo Tirso, com sede em Vila das Aves. Todos os tirsenses se deveriam orgulhar da sua qualidade isenção. O EntreMargens foi o único jornal (com dimensão aceitável) do concelho que tem a coragem de divulgar o que o Jornal de Santo Thyrso (jornal com maior tiragem no concelho) omite.

Anónimo disse...

Ésse jornal é daz avezes. Não adianta atirar areia para os olhos dos tirsenses!
Então há uns anos as Avezes não queriam formar concelho com as freguesias vizinhas, isolando-se de Santo Tirso? Nessa altura, não queriam pertencer a Santo Tirso e agora querem?
Ó meus amigozz: vamos ser sérios!
Biba as avezes.

burro que não gosta de palha disse...

Até que enfim! Uma noticia, uma informação! Ficámos a saber uma freguesia que tenha pensado em ser independente da querida liderança tirsense passa a ser ostracisada, já não faz parte do Concelho! Como no tempo do Estado Novo: "quem não é por nós é contra nós"!
Isso não é palha, anónimo, é elegância futebolística!

Valter Lima disse...

Não tenho, nem nunca tive, dúvidas que, são estes tirsenses que deram forças àqueles que, ao longo de três décadas, estagnaram Santo Tirso.
Nunca á demais lembrar que, VILA DAS AVES é parte integrante do concelho de Santo Tirso, tal como as freguesias de SANTO TIRSO, AGRELA, ÁGUA LONGA, AREIAS, BURGÃES, CARREIRA, GUIMAREI, LAMA, LAMELAS, MONTE CÓRDOVA, PALMEIRA, REBORDÕES, REFOJOS DE RIBA DE AVE, REGUENGA, RORIZ, SANTA CRISTINA DO COUTO, SÃO MAMEDE DE NEGRELOS, SÃO MARTINHO DO CAMPO, SÃO MIGUEL DO COUTO, SÃO SALVADOR DO CAMPO, SÃO TOMÉ DE NEGRELOS, SEQUEIRÓ e VILARINHO.
Caro anónimo. Está na hora de todos os tirsenses rumarem para o mesmo lado e deixarem de ser tendenciosos. Confundir Aníbal Moreira, oriundo da freguesia da Lama, com população de Vila das Aves é uma confusão depravada.

Anónimo disse...

Alto: parece-me que temos jornal! Tenho pena de não ter lido o primeiro número. Mas este que acabo de ler, é de facto uma esperança para todos aqueles que, como eu, desejam uma imprensa livre e também por isso credível em Santo Tirso. Bem hajas, Pimenta!

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis
http://prezzocialisgenericoit.net/ compra cialis in italia
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis

Anónimo disse...

http://prixviagragenerique50mg.net/ prix viagra
http://prezzoviagraitalia.net/ comprare viagra
http://precioviagraespana.net/ viagra precio

//

//

/

/

Uma luz acesa

Uma luz acesa
O farol da fortaleza do Bugio, na foz do Tejo

Araras azuis